Esquadro: o que é e como usar?

0
o que é esquadro

Esquadro: o que é e como usar?

Entre os materiais escolares das crianças e também para os alunos de arquitetura existem alguns itens em comum. Um deles é o esquadro. Enquanto as crianças utilizam os esquadros para desenhos geométricos e operações matemáticas, os arquitetos e também engenheiros e designers de interiores precisam desse instrumento para obter uma maior precisão em seus desenhos técnicos.

Até mesmo na execução de uma obra ou na criação de algum móvel ou peça de construção, os esquadros – profissionais e específicos, no caso – são necessários. Esse já é o primeiro indicativo de que existem diferentes tipos de esquadro e utilidades para ele.

Continue lendo este artigo para entender o que é um esquadro e como utilizá-lo.

Para que serve um esquadro?

Resumidamente, um esquadro é um instrumento para encontrar e traçar ângulos. Existem os modelos mais básicos que têm medidas já fixas, conforme descreveremos no próximo tópico, e outros com liberdade para movimentar suas réguas e chegar a outros ângulos mais precisos.

Especificamente nas necessidades dos arquitetos, os esquadros são necessários para desenhar com maior precisão perspectivas, paredes, posicionamento de móveis, portas e janelas, elementos de paisagismo e afins. Também servem para traçar retas paralelas,

A utilidade de um esquadro pode variar conforme seu modelo ou tipo. Confira a seguir.

Tipos de esquadro

O esquadro utilizado por crianças claramente não é o mesmo utilizados por marceneiros ou mestres de obra, por exemplo. Existem diferentes tipos de esquadro, e vamos apresentá-los agora:

• Esquadro combinado: é um esquadro profissional para obras em geral, composto por 4 partes que devem ser montadas (variável entre fabricantes). Contém uma régua de escala, dois esquadros (triângulos) e um transferidor de grau. Pode ter também um medidor de nivelamento para aumentar a precisão de trabalhos em marcenaria, mecânica e elétrica. Além de encontrar e orientar o desenho de ângulos, também tem a função de encontrar o centro de peças e superfícies circulares.

• Esquadro escolar: é o esquadro mais comum, sempre no formato de triângulo, que pode ser em plástico acrílico ou um metal leve. Esses esquadros existem nos dois próximos formatos dessa lista.

• Esquadro 45º/45º/90º: é o esquadro de “meia esquadria”, ou seja, que representa metade de um quadrado. Seu formato permite que o usuário trace os ângulos de 45 e 90 graus.

• Esquadro 30º/60º/90º: é o esquadro no formato de triângulo escaleno, ou seja, que tem medidas diferentes em seus três lados. Por essa particularidade, permite o desenho dos ângulos de 30, 60 ou 90 graus.

• Jogo de esquadros: é um kit vendido em papelarias e lojas de materiais para desenho que já entrega os dois esquadros anteriores e, por vezes, também um transferidor.

• Esquadro magnético: como o nome indica, tem aderência às superfícies em metal justamente por ser uma ferramenta para trabalhos de corte, soldagem e fixação de chapas ou outras peças metálicas.•

Aqui, vamos exemplificar brevemente como utilizar o par de esquadros comum (triângulos). Eles são muito necessários quando, por exemplo, o estudante não tem a prancheta com régua paralela. Para traçar retas nos ângulos adequados, siga os passos:

1. Oriente-se pela margem da folha ou por uma linha reta já definida com ajuda de uma régua;
2. Um dos esquadros serve como apoio para o outro, conforme o ângulo desejado para o traçado;
3. Alinhe o esquadro de apoio à reta e deslize a peça com o ângulo desejado para fazer traços paralelos;
4. Comece o traço partindo da “quina” com o ângulo desejado (30º é o menor/mais “pontudo” enquanto 90º é o ângulo reto).

Caso já tenha a régua paralela, o esquadro de base é dispensável. Existem outros usos diversos para os esquadros, mas este é o mais comum no desenho técnico. Sempre faça seus traços inicialmente no lápis ou lapiseira, mas para um toque mais profissional, saiba como escolher uma caneta para arquitetura.

Como usar um esquadro:

Deixe um comentário