Caneta para desenhar: conheça as opções

2

Caneta para desenhar: conheça as opções

Caneta para desenhar? Isso mesmo! Você pode utilizar esse material para criar acabamentos em desenhos e explorar outras superfícies além do papel. Isso porque, diferente do grafite dos lápis e lapiseiras, os pigmentos de tinta podem ser aplicados de forma permanente.

Utilizar canetas em desenhos possibilita criar texturas, traços com espessuras diferentes, preenchimentos e ainda acrescentar cores mais vivas ao trabalho. Além da esferográfica, com uso mais comum para a escrita, existem outras opções de caneta para usar nos seus desenhos. Saiba mais sobre cada uma delas a seguir.

Caneta Nanquim

Nanquim é o nome da tinta, originária na China e utilizada para escrita, pintura e desenho. A caneta nanquim tem a ponta porosa e rígida em uma haste fina de metal. O modo como a tinta é absorvida pela ponta, proporciona um traçado contínuo e mais preciso para o desenho.

Pode ser encontrada em versões descartáveis e em metal (recarregáveis), com espessuras ultrafinas de 0,03 mm ou grossas até 3,0 mm. Com a ponta mais grossa, pode ser utilizada para cobrir áreas maiores. Em espessura mais fina, é ideal para acabamentos nos desenhos como detalhes da pele e dos olhos.

Caneta POSCA

POSCA é a marca de canetas que caiu no gosto do mundo artístico devido a sua versatilidade. A tinta à base d’água lavável possibilita que ela seja retirada com facilidade de algumas superfícies, exceto papel. Muito utilizada para trabalhos de lettering, a POSCA também serve para aplicações em vidros, paredes, metais, madeira, resina, cerâmica, lousa, acrílico e muito mais.

A caneta POSCA mais comum é a ponta grossa, mas é possível encontrá-la nas versões média e fina, no formato redondo, quadrado, triangular e até mesmo com glitter. Para quem procura uma versão com tinta permanente, vai encontrar na linha UNI Paint Marker.

Brush Pen

Outra caneta para desenhar comum no lettering é a brush pen ou caneta ponta pincel, justamente pela similaridade no formato com a base grossa que afina até a ponta e permite criar diferentes espessuras de acordo com a inclinação, pressão e o movimento durante o traçado.

No desenho, a brush pen pode ser aplicada para preencher áreas maiores e, com a sobreposição de linhas, criar tonalidades mais escuras. É importante ter atenção se estiver fazendo sobre o papel, principalmente os de gramatura menor, para evitar que ele se rasgue.

Caneta ponta fina

Tanto para caligrafia quanto para o desenho, as canetas ponta fina também ajudam a criar maior riqueza de detalhes. Neste caso, o controle sobre linhas, traços e pontilhados facilita na hora de delimitar a área do desenho, seja no contorno ou desenho. Na técnica de hachura, por exemplo, a caneta com ponta fina é  ideal para fazer a sobreposição de linhas para dar forma e profundidade.

Essas são nossas sugestões, mas existem ainda diversas outras opções de caneta para desenhar disponíveis. Dê uma olhada na loja virtual da PU

Se você está iniciando agora e precisa do básico, vai gostar também de saber qual material para desenho comprar.

Deixe um comentário